quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

4ª Roda de Conversa sobre Tropeirismo em Vitória da Conquista

Comemorando 10 anos em 2017, a Ong. Carreiro de Tropa (Catrop) tem a satisfação de comunicar aos seus sócios, parceiros, amigos e colaboradores que será realizada nos dias 17 e 18 de fevereiro mais uma edição da Roda de Conversa sobre Tropeirismo em Vitória da Conquista.

Parte das comemorações do decenário, a Roda marca também a comunicação pública a toda comunidade do reconhecimento da Catrop como Ponto de Memória do Tropeirismo em Vitória da Conquista, por meio de outorga do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), autarquia do Ministério da Cultura (MinC) responsável pelo fomento e valorização das instituições museológicas brasileiras.

Este ano a Roda ocorrerá na Casa Memorial Governador Régias Pacheco, situada na Praça Tancredo Neves, nos dias 17 e 18 de fevereiro. Em breve será divulgada a programação completa, com todas informações sobre as atividades que marcarão mais um momento de celebração do tropeirismo.

No primeiro dia, a partir das 18 horas, serão abertas ao público as exposições “J. Murilo – eu sou um tropeiro das artes” – e a exposição “Humanas idades do sertão”. Em seguida, será proferida a conferência “Museu, Museologia e Convergências”, pelo Prof. Dr. José Cláudio Alves de Oliveira, da Universidade Federal da Bahia\UFBA, seguido de debate e comentários com o Prof. Me. José Luís Caetano da Silva (UESB), Prof.ª Valquíria Fernandes (Diretora do Museu Regional de Vitória da Conquista) e o público. A noite será encerrada com a apresentação musical do Movimento Violão Clássico, integrado pelos concertistas Paulo Francisco e Rômulo Aurélio e pelos professores Carlos Porto e Geslaney Brito.

No segundo dia, a programação terá início às 14 horas, com a chegada de tropeiros de diversas localidades de Vitória da Conquista e municípios vizinhos. Depois, acontecerá a Roda de Conversa, com lançamento do Museu Virtual do Tropeirismo de Vitória da Conquista, seguida de um café tropeiro. Logo após, será realizado o lançamento de livros e bate-papo com a Prof.ª Dr.ª Isnara Pereira Ivo (UESB), Prof. Dr. José Cláudio Alves de Oliveira (UFBA) e Prof. Me. José Luís Caetano da Silva (UESB). Também haverá a apresentação da peça teatral “Tudo segue o tempo: Memória, Tropeirismo e Poesia”. O encerramento da Roda será com a apresentação dos violinistas, violeiros e contadores de causos Dorinho Chaves, Manno di Sousa, Papalo Monteiro, Walter Lages e Jhesus Oliveira.


O evento é apoiado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), autarquia do Ministério da Cultura, através do Programa Pontos de Memória, e pelas Prefeituras Municipais de Vitória da Conquista e Barra do Choça. Conta ainda com a parceria da Casa Memorial Governador Régis Pacheco, da Cia Kagemi e do Núcleo de Estudos de Comunicação, Culturas e Sociedades (NECCSOS/UESB).

Dias/Horário: 17/02 – 18:oo às 22:00 horas e  18/02 – 14:00 às 22:00 horas.

Local: Casa Memorial Governador Régis Pacheco (Praça Tancredo Neves – Centro – Vitória da Conquista)

Realização: Ong Carreiro de Tropa – Catrop

Apoio: Programa Pontos de Memória/Instituto Brasileiro de Museus (Ibram)/Ministério da Cultura (MinC); Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer/Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista (PMVC); Casa Memorial Governador Régis Pacheco; Cia Kagemí; Núcleo de Estudos de Comunicação, Culturas e Sociedades (NECSSOS)/Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).







segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Maria Augusta da Silva

A museóloga, Maria Augusta Machado da Silva, de 93 anos, no mês de março de 2016, lançou o seu livro sobre São Jorge.

Maria Augusta, também realizou trabalhos e pesquisas sobre a cultura populara fé e a comunicação retratada nos Ex-votos. Em texto do Catálogo da Exposição "Arte Popular Brasileira" (MAM-RJ) no ano de 1976, ela demonstra, as possíveis mensagens ocultas nos objetos ex-votivos esculpidos em madeira. 

Para a pesquisadora, não são observadas ou trabalhadas; em que, para além das marcas de "feridas, tumores, ferimentos, cirurgias, sinais de enfermidades" retratadas nesses objetos, para a museóloga, também são, retratadas as dificuldades da vida dos fieis e pagadores de promessas, assim como, da comunidade circunvizinha aos Santuários ou igrejas onde essas representações de devoção e fé são alocadas.


Link abaixo da entrevista.
http://globoplay.globo.com/v/833846/

video



terça-feira, 30 de agosto de 2016

Tempo de Fé: Devoções

O seminário "Tempos de Fé - Devoções", congregou, palestras, inauguração da exposição e o segundo lançamento do livro Ex-votos do Brasil: arte e folkcomunicação.

Foi mais um intercâmbio entre o GREC-NPE e a CEMIG e o IEPHA-MG, com as representações dos Doutores Fabiano Lopes e Tadeu Bandeira, com a curadoria do Ms. João Caixeta.

Mais um grande salto que o GREC-NPE deu para a divulgação dos seus trabalhos, que contou com representações de palestras do seu Coordenador, da Doutora Aninha Duarte e da Ms. Genivalda Cândido.

Tivemos a honra de ter parte do nosso acervo apresentado na exposição, nos dois momentos, na instalação da sala de milagres e na exposição principal, no Centro de Arte Popular da CEMIG, em cujos espaços, com a curadoria do Ms. João Caixeta, vimos a excelente ambientação de uma sala de milagres, digna de sua reprodução popular. E vimos, na exposição principal, a marcante presença de grandes colecionadores da arte e cultura popular.


Inauguração da exposição principal





A abertura, que contou com o Secretário de Cultura de Minas Gerais, e com o Diretor do Centro de Arte Popular da CEMIG, Dr. Tadeu Bandeira.


A sala de milagres








A segunda sala objetivou, e muito bem trabalhado, criar a estética de uma sala de milagres com toda a ambientação que acontece pelo interior do Brasil.

Lançamento do Livro






Antes da inauguração. Sala quase pronta.









domingo, 10 de julho de 2016

Milagres da Fé: Instalação da "sala de Milagres" no Museu de Arte da Bahia - MAB


Milagres da fé - instalação da sala de milagres no MAB 2º / 3º dias e último dia, sala pronta.

Sala de milagres do Santuário do Senhor do Bomfim, Salvador - Bahia. A irmandade do Bomfim doou quantidade expressiva de objetos ex-votivos para a exposição. Também contamos com consignação (empréstimo) do acervo museológico, do Museu dos Ex-votos.
Coordenador do Projeto e idealizador da exposição, Bolsistas, Mestrando, Mestra, todos juntos no momento da coleta dos ex-votos.
Durante a semana que seguiu após São João, a instalação foi concluída.











                             


 

 


Parte da Equipe.  Coordenador, bolsistas: Júlia, Aryadini,
Bete e Hugo. Sala Pronta.

Mesa século XVIII, consignação do MAB,
para evento.

Acervo ex-votivo do Projeto, quadros consignação
com Museu dos Ex-votos do Santuário do Bomfim.





sábado, 25 de junho de 2016

Ex-votos do Brasil - O livro

Milagres da fé - instalação da sala de milagres no MAB


A ideia da instalação de uma sala de milagres no MAB aconteceu em 2015 à época do lançamento do livro “Ex-votos das Américas: memória e comunicação social”. Em uma semana a equipe fez toda a instalação que permaneceu por um mês.
 Agora, em mais uma edição, e com todo o apoio do MAB, mais uma instalação teve início, e será inaugurada no dia 13 de julho, quando do lançamento do livro Ex-votos do Brasil: arte e folkcomunicação, e do I Colóquio Arte e Folkcomunicação. No dia 21 de junho, bolsistas e membros do NPE iniciaram a arrumação e classificação dos objetos. E hoje, 22 de junho, em véspera do São João, o coordenador do NPE, e com grande participação da Museóloga Val Cândido e da Bacharela em Humanidades, Ariadiny Araújo, iniciaram a colocação de objetos ex-votivos e mobiliário nos seus lugares.

Mais informações nas plataformas:







domingo, 1 de maio de 2016

Projeto Ex-votos do Brasil - O LIVRO



Projeto Ex-votos do Brasil - O livro é a segunda produção do GREC/NPE, de coordenação de José Cláudio Alves de Oliveira, há mais de 20 anos, tem como foco de suas pesquisas os ex-votos e toda a gama de interdisciplinaridade e interculturalidade que transversalizam com os ex-votos e os seus contextos socioculturais.

O segundo livro, traz como fonte de pesquisas os ex-votos brasileiros, suas disseminações, explicações, fé, tradicionalidades, memórias, pesquisas e entendimentos por parte dos pesquisadores  que adentraram o mundo das promessas e milagres com a finalidade de conhecer e explicar um pouco mais esses mistérios e signos da tradicional cultura brasileira, que, embasados em teóricos como: Beltrão, Mello, Karina Janz Woitowicz, Betania Maciel, Osvaldo Trigueiro, dentre tantos outros ilustres pesquisadores procuraram desvelar e apresentar a contemporaneidade cultural a Folkcomunicação. 

Aqui assim como nas outras plataformas do Projeto Ex-votos, apresentaremos dados referentes às pesquisas, aos autores e a Exposição que será realizada no MAB, no dia 13 de Julho, em paralelo com as comemorações dos 70 anos da UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA.







terça-feira, 8 de setembro de 2015

Doação, Exposição e Iconografias

ACERVO DE EX-VOTOS



No mês de maio de 2015, o Museu da Cidade do Salvador doou 248 ex-votos em madeira e cerâmica ao NPE. Todo o acervo, tombado pelo museu, foi utilizado na instalação da sala de milagres no lançamento do livro Ex-votos das Américas: comunicação e memória social, que aconteceu entre os dias 3 a 30 de junho.  Agora todo esse acervo está armazenado na sala 1 do NPE. 
Ele vem sendo iconografado passo a passo, peça por peça, e disponibilizado na página iconografias deste Blog e no site do Núcleo de Pesquisa NPE:  http://www.nucleodepesquisadosex-votos.org/acervo-1-ex-votos-madeira.html

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Exposição "Ex-votos das Américas: Coleção e Memória Social"

FAPESB faz chamada sobre a exposição e lançamento da produção organizada pelo Coordenador do Projeto Ex-votos.

Você já entrou numa sala dos milagres? Tem curiosidade sobre este tema? Não perca a exposição "Ex-Votos das Américas", que acontece até o dia 30 de junho no Museu de Arte da Bahia, em Salvador. O trabalho é fruto de um livro realizado pelo professor José Cláudio Alves de Oliveira, do Departamento de Museologia da UFBA, com o apoio da Fapesb.

Exposição: Ex-Votos das Américas

Onde: Museu de Arte da Bahia 
MAB - Corredor da Vitória, 2340, Salvador-BA.
Quando: até o dia 30 de junho - 
Sábado e Domingo das 14h às 19h, Segunda e Terça-Feira das 13h às 19h.

Entrada gratuita.



sábado, 9 de maio de 2015

Produção do Coordenador do Projeto Ex-votos e do GREC/NPE saiu na Revista Extraprensa da ECA-USP.

A revista Extraprensa é um periódico destinado à publicação da produção científica nas áreas da cultura e da comunicação no Brasil e América Latina, abrangendo temas como a diversidade cultural, cidadania, expressões das culturas populares, artes, mídias alternativas, epistemologia e metodologia em cultura e comunicação.

O número 9, v. 1 da Revista Extraprensa, da ECA-USP, traz, entre excelentes produções, o artigo Cartas ex-votivas: histórias de vidas, memórias social e comunicação; uma produção do PhD e coordenador do Projeto Ex-votos do México e do GREC/NPE, José Cláudio A. de Oliveira.

 A publicação saiu ontem com edição referente a dezembro de 2014.


‪#‎Revista‬ Extraprensa, v. 9, traz artigo do Projeto Ex-votos;

http://www.revistas.usp.br/extraprensa/index


Cabeçalho da página

quarta-feira, 6 de maio de 2015

O Projeto de Extensão "Circuito dos Clássicos" Coordenado pelo PhD Gilson Magnos, retorna com a sua 3ª edição, que terá ínicio no dia 23 de maio de 2015. O tema principal a ser discutido será “ A perspectiva estoica no pensamento de Foucault: história, acontecimento e discurso” e, a partir dele, serão apresentados mais 8 eventos mensais, que acontecerão  aos sábados.
O projeto contará com a participação de professores e pesquisadores que abordam a temática.
A abertura desta terceira rodada, dar-se-á com a apresentação da Dra. Giovana Temple (UFRB). 

Quando: Sábado dia 23 de maio de 2015 
Horário:  14 horas 
Local: Pavilhão de Aulas da Federação, no Campus de Ondina - PAF III- sala 110 

Mais Informações: Coordenador e PhD Gilson Magnus dos Santos (UFBA - LET) magno.gilson@ig.com.br





quarta-feira, 15 de abril de 2015

Revista Museologia & Interdisciplinaridade

Criada pelo Curso de Museologia, a Revista Museologia & Interdisciplinaridade está vinculada ao Grupo de Pesquisa Museologia, Patrimônio e Memória do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília.

É uma publicação eletrônica semestral de caráter exclusivamente acadêmico-científico, dedicada a divulgar e debater artigos, pesquisas e enfoques que enriqueçam a produção do conhecimento no amplo campo da Museologia.

Preocupa-se também em interagir com diferentes áreas do conhecimento quepesquisam problemas concernentes e transversais à Museologia. A revista aceita artigos, traduções, entrevistas e resenhas de livre tema, bem como artigos para dossiês temáticos, organizados por professores e pesquisadores convidados pela Comissão Editorial ou pelo Editor-Chefe.
                    
Divulgamos aqui o email dos Editores da Revista Museologia & Interdisciplinaridade, n. 6, abr. 2015, que traz um artigo do Projeto Ex-votos.

É com imensa satisfação que informamos que está disponível a sexta edição da revista Museologia & Interdisciplinaridade,


Queremos agradecer a todos pela colaboração. Esperamos contar com novas participações nos próximos números. Por favor, solicitamos que divulguem aos seus pares a revista.

Atenciosamente,

Emerson Dionisio Gomes de Oliveira
Ana Lúcia de Abreu Gomes
Editores.

Capa da revista
  


         



sexta-feira, 13 de março de 2015

Exposição "Analgesias" por Aninha Duarte.

A integrante dos grupos de pesquisa GREC/NPE e NUPPE/UFU (líder),  PhD e artísta plástica desde 1987, Aninha Duarte cria e participa de exposições individuais e coletiva, no Brasil e no exterior, possui experiência na área de Artes Visuais, com ênfase em pintura e desenho e também na área de História da Cultura, precisamente nos estudos direcionados à religiosidade popular abordando a temática sobre os ex-votos. Como é o caso de seu novo  trabalho intitulado de "Analgesias," possui como tema central abordado "Nós que aqui estamos por vós esperamos". A exposição encontra-se na Câmara Municipal de Évora. Com inicio em 04 de março e finalizando em 25 de março.

"(...) A exposição "Analgesias" resulta precisamente da pesquisa que Aninha Duarte vem desenvolvendo sobre histórias de graças e milagres materializados por ex-votos, representados nas linguagens da pintura, do desenho, da escultura, da fotografia e de outros objectos que denominou "meras coisas".
O objetivo poético da exposição, diz a autora, é a reflexão sobre a memória, individua e colectiva, e sobre o sentido das representações e simulacros da dor, da morte e da fragilidade da vida (...)".

Texto da curadora da exposição.


Mais informações no link:

Abaixo, algumas das obras que compõe a exposição, com detalhamento técnico e resumo redigido pela própria artísta. 

Ficha: 
Autoria: Aninha Duarte.
Título: "Courage".
Ano: 2015.
Técnica: Pintura vinílica e técnica mista.
Dimensões: 325 cm x 100 cm.

Texto:

"Courage" trata de um conjunto de pinturas que externam alguns fragmentos iconográficos retirados de dados históricos da vida de "Les insoumisses: Flora, Tina, Olympeet les outres". Para homenagear " et les autres" fez-se umrecorte sobre imagens de mulheres/santas/mártires.

"Courage" é na essência uma composição pictórica que intenciona laurear mulheres destemidas que ousaram lutar por seus ideais, mesmo que esses os levassem a diversas formas de torturas e até mesmo à pena de morte.




"Courage” – é composto por quatro painéis.


 1-     É composto por fragmentos da história de vida de Olympe de Gouze


2-      É composto por fragmentos iconográficosda história de vida de Flora Tristan


3- É composto por fragmentos iconográficos da história de vida Tina Modotti


4-  É composto por imagens de santas católicas que foram martirizadas;

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Revista on line FAMECOS - Publicação de artigo do Coordenador do Projeto Ex-votos.

O artigo intitulado "Interfaces, intermodalidades e interações midiáticas dos Santuários de Fátima, Guadalupe e Aparecida na web 2.0",  de autoria do PhD - José Cláudio Alves de Oliveira, Coordenador do Projeto Ex-votos, foi publicado na Revista on line FAMECOS - Midia, Cultura e Tecnologia v. 21, n. 3 (2014).

A FAMECOS é uma Revista periódica (3 públicações ao ano), vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Faculdade de Comunicação Social - Pontifica Universidade Católica do Rio Grande do Sul. O periódico possui conceito A2 no Qualis da CAPES.




Cabeçalho da página


terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

XIV IBERCOM - Congresso Internacional

Integrantes do GREC obtiveram  aprovação para o XV IBERCOM, que acontecerá no período de 29 de março a 03 de abril, em São Paulo. 

PhDs: José Cláudio A. Oliveira - DTI 6 - Comunicação e Cultura Digital e Gilson Magno dos Santos - DTI 13 - Folkcomunicação; 

Drª: Rita de Cássia Maia DTI 13 - Folkcomunicação;

Mestrandas: Genivalda Cândido - DTI 13 - Folkcomunicação e   Zamana Brisa DTI 13 - Folkcomunicação .


Link : http://www.assibercom.org/congressoibercom2015/index.php?option=com_content&view=article&id=58&Itemid=618

Ibercom 2015

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Memória e Epigrafia

Outro lançamento deste inicio de ano, o livro Memória e Epigrafia, publicado pela Editora Vento Leste e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA).
Idealizado pelo padre Gilson Magno dos Santos, o livro tem também como organizadores José Cláudio Alves de Oliveira, Moisés de Lemos Martins, Cid J. da Cruz e Genivalda Cândida da Silva.
Segundo o PhD Nelson Cerqueira, que escreveu a apresentação, o livro, com sua densidade de pesquisa e bibliografia, cobrindo a historiografia do tema, “pode se tornar leitura obrigatória para todos que estudam museologia e história dos registros de linguagem escrita”.
Ele destaca o capítulo cinco, “em especial, com toda a riqueza demonstrada pelo estudo do uso de neologismo latino, religioso, jurídico, monumental, se constitui em verdadeiro centro de referência”.
E acrescenta: “Para completar e adensar o conteúdo, tem-se os capítulos sobre epigrafia e o cemitério baiano de Campo Santo e a abertura para explorar a epigrafia da ciberlinguagem, como contributos imperdíveis”.
Texto produzido por José Bomfim, no Blog do Brown: https://blogdobrown.wordpress.com/